Um case de inovação no setor de serviços

Um case de inovação no setor de serviços

Neste artigo apresentaremos um case de inovação no setor de serviços, fruto de nossa experiência em projetos de identificação e utilização dos incentivos fiscais concedidos pela Lei do Bem.

O desafio de entender os usuários de serviços

Um dos principais conceitos inerentes à inovação no setor de serviços é a caracterização do comportamento dos usuários que consomem os serviços prestados por uma empresa. Em face desse verdadeiro desafio algumas questões surgem:

  • Como coletar os dados necessários para tal caracterização?
  • Como tê-los de forma confiável, uma vez que serão informados pelo próprio usuário?
  • Como tratá-los adequadamente?
  • Como compilá-los etc.?

Case de inovação na criação de um modelo de avaliação de riscos

A necessidade de desenvolvimento de um modelo econométrico para avaliação de riscos do case de inovação apresentado contemplou a criação de um método de coleta que possibilitasse a aquisição de dados de comportamento real do próprio usuário, eliminando a utilização de modelos teóricos. A partir de tal coleta foi necessária a realização de modelagens estatísticas para a identificação de padrões comportamentais e segmentação de usuários.

Desafios tecnológicos

Os desafios tecnológicos para realização das tarefas de identificação de padrões e segmentação podem ser resumidas em:

  • A estabilidade de um modelo estatístico é prejudicada em função do aumento do número de variáveis (princípio da parcimônia), o que restringe a coleta de informações muitas vezes importantes para uma correta caracterização;
  • Dimensionamento adequado das métricas de coleta levando em conta as necessidades de modelagem e a capacidade de processamento dos dados via sistemas móveis;
  • Defeito de sobre dispersão devido à heterogeneidades de indivíduos.

Resultados e ações realizadas

A partir da identificação de padrões comportamentais e segmentação dos usuários foram elaboradas estratégias de indução de comportamento a partir do oferecimento de vantagens financeiras. Nesse momento outras questões são impostas:

  • Quais vantagens surtiriam o efeito desejado;
  • Em qual grau tais vantagens deveriam ser concedidas etc.

Para uma correta definição de tais estratégias houve a necessidade de serem considerados outros aspectos comportamentais que foram caracterizados a partir de outros trabalhos de coleta de dados.

 

Conheça as nossas soluções para Inovação

 

Conceito de inovação tecnológica na Lei do Bem

A Lei do Bem, em seu art. 17, define inovação tecnológica como sendo a “concepção de novo produto ou processo de fabricação, bem como a agregação de novas funcionalidades ou características ao produto ou processo que implique melhorias incrementais e efetivo ganho de qualidade ou produtividade, resultando maior competitividade no mercado”.

Esse conceito é bastante amplo, englobando praticamente todas as iniciativas de projetos de uma empresa. Por isso o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) estabeleceu quais outras características deve possuir a atividade de inovação realizada. São elas:

  • Possuir algum elemento tecnologicamente novo ou inovador;
  • Ter superado desafios tecnológicos através da atividades realizadas.

Saiba mais sobre as atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) neste vídeo:

Como definir se sua iniciativa de inovação atende aos requisitos da Lei do Bem?

Definir corretamente a elegibilidade de uma iniciativa de inovação é um passo fundamental para a utilização segura dos incentivos da Lei do Bem. Mas como fazer isso?

  • Realize um detalhamento técnico da atividade, buscando identificar os elementos inovadores, as barreiras tecnológicas enfrentadas e a metodologia com que as barreiras foram superadas.
  • Produza ou reúna a documentação técnica produzida pela equipe do projetos: escopo, relatório, desenhos técnicos, resultados de testes etc.
  • Elabore um descritivo da iniciativa de acordo com o FORM P&D disponibilizado pelo MCTI, destacando os elementos mais importantes do ponto de vista tecnológico.

Acompanhe nosso conteúdo também no Linkedin


Compartilhe este post:

LinkedIn WhatsApp

    Deixe seu comentário

    ×